Winner

Marketing e propaganda, você sabe a diferença?

Comumente se ouve falar de marketing e propaganda, de vendedores ambulantes até o mais alto cargo em uma empresa, e isso é ótimo, pois é um conhecimento que todos deveriam ter independente da sua colocação profissional no Mercado.

Apesar dos referidos termos serem bastante divulgados, não se há na maioria das vezes a distinção entre os dois, até mesmo entre estudantes de Administração ou cursos similares. Apartir desta constatação nos aprofundararemos um pouco mais no tema.

De acordo com KOTLER (1976), o marketing é a análise, organização, planejamento e controle dos recursos da empresa, gerados a partir do consumidor, com o objetivo de satisfazê-lo em suas necessidades e desejos, de forma lucrativa.

Já para BARBOSA e RABAÇA (2001), as ações de marketing envolvem toda a vida do produto ou serviço, desde o momento em que ele é apenas uma ideia, invenção, projeto ou uma demanda do consumidor detectada em pesquisa, até o consumo, incluindo as etapas de pós-venda (atendimento ao consumidor após a compra do produto ou contratação do serviço). Isto é, conhecer o que o consumidor deseja além de estudar a produção desta necessidade (bem ou serviço), produzi-la, distribuí-la e vendê-la ao consumidor, inclusive orientando este a consumir o produto. Através do marketing, procura-se satisfazer as necessidades de consumo e criar novas necessidades.

Para entender o conceito de publicidade deve se ater a sua definição baseada em alguns autores. De acordo com o Código de Ética dos Profissionais da Propaganda no Brasil (1976), a propaganda é a técnica de criar opinião pública favorável a um determinado, serviço, instituição ou ideia, visando orientar o comportamento humano das massas num determinado sentido.

O termo propaganda possui dois sentidos bem definidos: o sentido político e o sentido comercial. No sentido político, propaganda é a divulgação de doutrinas, opiniões, informações e afirmações baseadas em fatos, verdadeiros ou falsos, com o fim de influenciar o comportamento do público em geral ou de um grupo de pessoas consideradas como cidadão.

No sentido comercial, significa divulgação de mensagens por meio de anúncios, com o fim de influenciar o público como consumidor.

Apartir destas distinções se percebe que o marketing é então, mais abrangente que a publicidade, que é o ato de publicar algo – uma curiosidade a parte, o símbolo da publicidade é um galo – fazendo assim parte do marketing, este que vai desde o estudo de Mercado, elaboração e produção de um serviço ou produto até o pós – venda.

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

derecho-competencia

6 competências profissionais valorizadas na crise

Assim como o ano passado, 2016 já se anunciava como um período árido para muitas áreas da economia brasileira, com baixo crescimento e um nível de demissões acima do presenciado anteriormente. E com os recentes acontecimentos políticos, a economia ficou mais instável e o cenário atual, incerto.

Mas não são raros os casos de profissionais que conseguem bons resultados – e até mesmo uma promoção – em momentos como este. “Em geral, são profissionais que possuem uma visão mais abrangente da sua área e que procuram outras formas de rentabilizar os negócios da empresa, aproveitando as oportunidades que surgem em meio a crise.”, explica Helena Magalhães, sócia da People Oriented Consultoria, especializada em recrutamento de média e alta gerência.

Segundo a consultora, independente de características técnicas, existem algumas habilidades que fazem com que o profissional se sobressaia em momentos mais difíceis na economia, pois demonstram seu preparo para se adaptar às novas situações que ocorrem sem perder o foco no futuro. Confira:

Visão estratégica
Entender que esse é um período que, como todos os outros, terá começo, meio e fim e que é essencial pensar em um plano de negócios a médio e longo prazo ajuda o profissional a ter uma visão mais clara da situação.

Comprometimento
Não se deixar contaminar pelo pessimismo e manter a mesma dedicação e empenho empregados anteriormente, entregando tarefas no prazo estabelecido e se oferecendo para participar de projetos que possam se beneficiar da sua contribuição.

Gestão de pessoas
Para os cargos de liderança, é muito importante ficar atento ao “clima” da sua equipe e tomar medidas para que não haja uma queda de resultados ou da qualidade do trabalho entregue. Seja com uma reunião geral, explicando o momento e pedindo a colaboração de todos, ou em conversas particulares, apresentando sugestões de ação para cada membro.

Austeridade
Reavaliar propostas e indicar soluções viáveis, seja com os fornecedores, colegas de outras áreas ou com clientes, é uma característica ainda mais valorizada em momentos “de baixa” na economia, quando os contratos costumam ser revisados e as demandas mais urgentes e exigentes.

Adaptabilidade
Saber se adaptar às mudanças, desde uma troca de função ou um adendo ao escopo de trabalho, é uma qualidade muito procurada pelas lideranças, especialmente em momentos de re-estruturação do quadro de funcionários da empresa.

Atualização constante
Profissionais que demonstram preocupação em adquirir novos conhecimentos, tanto por meio de MBAs ou mesmo por cursos à distância se destacam em um período no qual as empresas costumam ser ainda mais exigentes.

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

Dicas para ajudar em tempo de crise

Diariamente estamos acompanhando as histórias sobre a crise mundial atual. São tantas e diferentes notícias que vemos dia-a-dia que, consequentemente, o medo do povo brasileiro diante desse quadro tem crescido e se espalhado. Passar por esse momento de crise é essencial! Diante desse cenário nós trouxemos algumas ideias para “sobreviver” a esse momento atual:

 

1 – Livre-se das dívidas – Em momentos de crise os credores costumam oferecer as melhores condições para negociações. Para quitar os débitos, a orientação é que o primeiro passo seja o de resolver o problema que levou ao endividamento, isto é, a causa. Corte gastos para ganhar fôlego para assumir o compromisso de pagar as dívidas.

 

2 – Destaque-se. É no momento de crise que você pode se destacar dos demais. Como? Inovando seus processos de trabalho, trazendo ideias de corte de custos para a sua empresa.

 

3 – Faça uma faxina financeira – 25% dos nossos gastos são com supérfluos, é preciso fazer um diagnóstico de sua vida financeira por 30 dias, anotando tudo o que gasta por tipo de despesa, até mesmo cafezinhos e gorjetas. Assim, verá uma realidade muito diferente do que imagina.

 

4 – Chegou a hora de sonhar – Defina objetivos materiais, pois eles é que farão com que se tenha foco para evitar o descontrole ou mesmo o desespero. Reúna a família e converse sobre o tema, dividindo os sonhos em três tipos: curto (até um ano), médio (até dez anos) e longo (acima de dez anos) prazos, definindo também quanto custam e quanto poderão poupar por mês para realizá-los.

 

5 – Motive-se: Esse é um momento e, como todo momento, passa. Precisamos acreditar e buscar novas soluções. Motivação é algo intrínseco. Coloque metas e siga-as. A crise está aí, mas o mundo não pode parar.

 

6 – Mude o formato de seu orçamento – Especialistas alertam que um erro comum é pensar que orçamento financeiro familiar consiste em registrar o que se ganha e subtrair o que se gasta e, caso sobre dinheiro, será lucro, se faltar, prejuízo.

Uma das melhores formas, no entanto, consiste em, primeiramente, elaborar o registro de todas as receitas mensais, posteriormente, separar os valores pré-definidos para os projetos da família e, somente com o restante, adequar os gastos da família. Isso forçará um ajuste do padrão de vida familiar para conquistas financeiras.

 

7 – Aprenda a investir – A alta de juros pode trazer bons ganhos, pois o grande erro que observamos é a ideia de poupar sem motivo e buscar sempre o melhor rendimento. No mercado financeiro, existem diversas opções de aplicação em ativos financeiros com riscos diferentes.

De forma geral, o risco de uma aplicação financeira é diretamente proporcional à rentabilidade desejada pelo empreendedor, ou seja, quanto maior o retorno estimado pelo tipo de aplicação escolhida, maior será o risco, por isso, é preciso cautela e busca profissionais que possam lhe orientar mais sobre esses investimentos.

 

8 – Esqueça o mundo mágico do crédito fácil

A facilidade de crédito faz com que muitos utilizem o cheque especial ou cartão de crédito no orçamento mensal com tanta frequência a ponto de esquecer quem é o dono do dinheiro… o banco! Em tempos difíceis, as instituições financeiras, precavidas, endurecem o jogo e dificultam a concessão de novos empréstimos, além de aumentarem os juros. Quem se acostumou a complementar o orçamento dessa maneira vai ficar cada vez mais enrolado. Com taxas mais altas, então, tudo passa a ser ainda mais prejudicial.

Tem muita tente dizendo que é hora de comprar carro, apartamento e outras coisas. Se forem condições interessantes e houver dinheiro para pagar o máximo à vista, tudo bem. Se for para fazer uma dívida, é ruim. Qualquer compromisso de longo prazo agora corre o risco de virar um caso de inadimplência.

 

9 – É preciso se reinventar. Criar algo a partir do que já existe, transformar a si, a algo ou outrem, transformar o cotidiano, sair da rotina. É preciso achar um novo eu.

 

10 – Pesquise, pesquise e… pesquise!

Para gastar com responsabilidade, a melhor dica continua sendo a mais antiga: pesquisar o melhor preço. Depois de organizar as contas, planejar o orçamento, envolver a família, entender que o crédito não é uma opção miraculosa e definir se deve mesmo comprar ou não determinado item, só resta vasculhar o mercado pelo produto mais em conta. Nem todo mundo ajusta os preços ao mesmo tempo. Quem procura pode, sim, conseguir preços mais baixos.

01

Espero que essas dicas possam ajudá-los! Participe e compartilhe conosco suas ideias também.

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

fluxo-caixa-numeros-calculadora-contas-capa

Qual a importância ter um Fluxo de Caixa na sua empresa

A expressão “fechar o caixa” faz parte do vocabulário de quase todo comerciante. Antes de baixar as portas e ir para casa, é preciso conferir tudo que foi pago e recebido e checar com o dinheiro do caixa.

Toda pequena empresa deve seguir a mesma premissa e ter o fluxo de caixa como companheiro do final do expediente.

Aparentemente simples, esta ferramenta é indispensável para quem quer manter as contas em ordem. Uma planilha pode ajudar na tarefa cotidiana de checar as contas.

fluxo-caixa-numeros-calculadora-contas-mãos

Com cada vez mais crédito circulando e mais gente pagando a prazo, as empresas são capazes de fazer projeções com a ajuda do fluxo de caixa. Isto significa que é possível colocar na planilha em qual data – mesmo no futuro – deve entrar ou sair dinheiro.

Se você já sabe que daqui 30 dias vai precisar pagar as contas do fornecedor, pode se programar e deixar de gastar ou investir para poupar e não precisar apelar para os bancos. As empresas que praticam o controle do caixa há mais tempo já têm uma curva de caixa e sabem como é o movimento mês a mês, facilitando o planejamento.

fluxo-caixa-numeros-calculadora-contas-porquinho

Esta projeção serve para mostrar se existe um descasamento das operações, ou seja, entre pagar o fornecedor e receber do cliente há um período muito longo e não dá tempo do dinheiro entrar.

O fluxo de caixa é uma ferramenta para avaliar a gestão financeira da sua empresa e colocar o dono no comando das finanças. Por isso, a orientação é dedicar um pouco de tempo todos os dias para fazer estas contas.

Esta é a melhor forma de saber se existe algum tipo de desvio ou se os processos estão mal feitos.fluxo-caixa-numeros-calculadora-contas-mulher

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

estoque-controle-caixas-capa

Dicas práticas para Controlar o Estoque

Já ouviu aquela expressão “tem, mas acabou”? Piadas à parte, isso pode acontecer de verdade em uma loja se o controle de estoque não for muito bem feito.

Imagine a seguinte situação: um funcionário da sua loja vende a última unidade de um produto e esquece de dar baixa no sistema ou deixa para depois.

No mesmo instante, um cliente pode estar comprando este mesmo produto. Pode ter certeza que ele não ficará nem um pouco feliz quando você disser: “pois é, tinha, mas acabou”.

Você terá que lidar com a dor de cabeça de ter um cliente frustrado, que dificilmente voltará a comprar na sua loja.

Vamos a algumas dicas práticas para controlar melhor seu estoque – afinal de contas, é melhor prevenir que remediar:

estoque-controle-caixas-homem

Tenha um controle rígido

Tudo que está disponível no estoque deve ser devidamente registrado e todas as movimentações – entradas e saídas – devem ser controladas.

Para fazer isso, é possível usar desde uma planilha de Excel até programas específicos e, em último caso, até o bom e velho papel. Tudo depende do porte do seu negócio e das suas necessidades. O fundamental é não deixar nada passar.

Crie um sistema de organização

Não basta ter tudo em ordem no papel ou na tela do computador. Ter uma organização lógica do local onde cada produto pode ser encontrado é fundamental. Quanto maior o estoque, mais rígido deve ser o processo.

Dividir os produtos por categorias e cores, além de criar códigos para cada um deles são formas de manter tudo em ordem e facilitar a localização.

Estabeleça processos

Para evitar falhas, estabeleça rotinas de atualização das ferramentas de controle. Por exemplo: toda vez que um produto for vendido, é necessário entrar imediatamente na planilha ou no sistema e dar baixa.

Mapeie o fluxo

Para abastecer melhor o estoque, é preciso ter a visão exata de quais são os produtos com maior e menor saída e com que frequência cada item tem que ser reposto. Descobrir isso é simples: basta analisar o histórico de vendas.

Programe as compras

Feito isso, crie um calendário com as datas de compra para cada item. Sistemas específicos para o controle de estoque podem até enviar alertas quando chegar a hora de fazer a reposição.

Este planejamento tem que levar em conta a previsão de crescimento da sua loja e aumentos e quedas de vendas sazonais.

Tenha fornecedores confiáveis

O segredo para nunca faltar produtos no seu estoque é ter fornecedores de confiança, que cumprem prazos e não te deixam na mão. Sempre que for trocar de fornecedor, faça um teste com antecedência para evitar problemas.

Algumas lojas trabalham com estoque compartilhado com o fabricante – ou seja, não compram antes de ter vendido. Nestes casos, é mais importante ainda ter uma relação próxima com o fornecedor e ter acesso a alguma ferramenta para checar a disponibilidade dos produtos antes de coloca-los à venda.

Como você pode ver, fazer um bom controle de estoque não é nada de outro mundo, mas exige atenção aos detalhes. Seguindo algumas dessas dicas simples, é possível garantir que o cliente não ficará na mão quando tomar a decisão de compra.

estoque-controle-caixas-homem-carregando

Para auxiliar ainda mais, trouxemos alguns aplicativos de graça e pagos que ajudam no gerenciamento do estoque, confira:

Aplicativo de graça:

TcMd – Controle de Estoque

http://www.baixaki.com.br/download/tcmd-controle-de-estoque.htm

tsEstoque

http://www.baixaki.com.br/download/tsestoque.htm

Sistema Programa Automação Comercial Estoque PDV-Master

http://www.baixaki.com.br/download/sistema-programa-automacao-comercial-estoque-pdv-master.htm

Venda – Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Finanças

http://www.baixaki.com.br/download/venda-gerenciamento-de-vendas-estoque-clientes-e-financas.htm

Construtor Client/Server

http://www.baixaki.com.br/download/construtor-client-server.htm

Aplicativos Gratuitos para Testar:

MTG Estoque Fácil

http://www.baixaki.com.br/download/mtg-estoque-facil.htm

Autec Estoque

http://www.baixaki.com.br/download/autec-estoque.htm

PDV – MASTER

http://www.baixaki.com.br/download/pdv-master.htm

Sistema Gerenciador de Empresas

http://www.baixaki.com.br/download/sistema-gerenciador-de-empresas.htm

Controle de Estoque DQL

http://www.baixaki.com.br/download/controle-de-estoque-dql.htm

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

bom-vendedor-loira-capa

Saiba como identificar um Bom Vendedor

Não importa o tipo de negócio que você possui, seus funcionários são representantes de sua marca. Cada interação é uma oportunidade de prestar um grande serviço, fidelizar e fazer uma venda. Segue algumas característica de excelentes vendedores:
Paixão pela Profissão

Todo vendedor tem paixão pelo que faz. Eles vestem a camisa como ninguém e são capazes de tudo para convencer os clientes de que seu produto é o melhor do mercado.

A paixão e a fidelidade são características que aprendemos no dia-a-dia. Não adianta ter o melhor emprego do mundo se você não se sente motivado a desempenhar o seu papel com paixão e comprometimento, concorda?

Busca por Conhecimento

Os vendedores constantemente buscam o conhecimento. Essa renovação é uma característica fundamental nos dias de hoje, e quem não estiver disposto a se reciclar, está fora do mercado de trabalho.

bom-vendedor-loira-homem

Sabem ouvir o Cliente

Os bons vendedores também precisam ser bons ouvintes. Eles precisam se preparar para ouvir as reclamações de seus clientes. Na vida, nós também temos que aprender a ouvir mais e falar menos nos momentos adequados.

Disposição Em Servir

Os vendedores capacitados estão sempre dispostos a servir e atender seus clientes. Eles têm uma grande disposição para ajudar. Essa característica também nos é ensinada pela vida. Há momentos em que temos que aprender a servir com humildade.

Autoconfiança Em Seu Trabalho

Os bons vendedores sabem que são bons e não sentem vergonha ou medo de falarem que são Vendedores! Eles acreditam no seu potencial e lutam para serem valorizados e bem remunerados. Essas características são fundamentais para todas as pessoas. Na vida, temos que aprender a nos valorizar como profissionais.

Paciência

Os bons vendedores são pacientes. Eles sabem esperar o momento certo para concretizar uma venda. Devemos aprender a ter paciência e deixar que as coisas aconteçam em seu tempo natural.

bom-vendedor-loira-mulheres-sacola

Metas E Objetivos

Os vendedores costumam ter objetivos bem definidos e metas a alcançar. Essa característica é muito importante. Na vida, temos que ter metas para não ficarmos acomodados. As metas e os objetivos nos tornam produtivos.

Ética E Honestidade

Os bons vendedores são éticos e honestos. Na faculdade da vida, aprendemos que apenas com princípios e honestidade somos capazes de alcançar bons resultados.

Proatividade

Os vendedores são proativos e muito decididos. Essas características também ajudam a alcançar os objetivos.

Respeito Pelo Cliente

Os vendedores respeitam seus clientes e entendem que a decisão final de compra cabe a eles. Temos que aprender a respeitar opiniões, personalidades e comportamentos diferentes dos nossos. O respeito e a tolerância também são fundamentais para o sucesso.

Os grandes vendedores compartilham qualidades semelhantes. Quando você está contratando, atente-se para estas características em funcionários em potencial:

bom-vendedor-homens

Ambição

As pessoas que realmente se destacam em vendas são os indivíduos orientados. Eles querem não só alcançar seus objetivos, mas aumentá-los. Quanto mais vontade eles tem para fazer bem feito, mais bem-sucedido serão.

Confiança

Pessoas que exalam confiança podem conversar com os executivos tão facilmente quanto com seus pares, e eles, naturalmente, deixam as pessoas à vontade .

Vontade de aprender

A profundidade e a amplitude do conhecimento adquiridas ao longo da vida vem a ser muito útil quando se está falando com os clientes, pois eles podem ter uma conversa inteligente sobre praticamente qualquer assunto e mostrar interesse genuíno em aprender sobre coisas novas.

Sociabilidade

Quando você está em uma festa ou evento , você pode facilmente escolher as pessoas sociável na sala – eles são os únicos que estão rindo, brincando e se divertindo. Pessoas sociáveis exalam positividade. Eles são amigáveis, fáceis de conversar, e prestam atenção em você quando você fala com eles.

bom-vendedor-homens-mulheres-atendimento

Utilidade

Atendimento ao cliente e vendas andam de mãos dadas. Pessoas úteis tendem a ser criativos solucionadores de problemas. Além disso, os funcionários que vão além para ajudar os clientes são de ouro: eles ajudam a construir um tremendo senso de lealdade entre a clientela.

Senso de humor

Muitas vezes, os vendedores mais bem-sucedidos são hilários. Eles estão cheios de histórias engraçadas e adoram fazer os outros rir. E é muito difícil encontrar alguém que não goste de estar perto de pessoas divertidas.

Receptividade

Quando vendedores receptivos recebem feedback dos clientes, saem em ação. Eles sabem que consertar ou melhorar a situação prontamente é fundamental para manter os clientes satisfeitos.

Credibilidade

Os vendedores podem ter todas as qualidades acima, mas se os clientes não confiarem neles, eles não se sairão bem. É importante que os clientes acreditem que seus funcionários vão fazer o que eles dizem que vão fazer quando eles dizem que vão fazê-lo.

Como vimos, o bom vendedor deve estar sempre em busca de aprimoramento e novos conhecimentos para bem atender aos clientes. Essa profissão depende de muita dedicação e empenho.

Não é fácil ser vendedor, e apenas pessoas apaixonadas pela área serão capazes de construir uma carreira de sucesso.

bom-vendedor-mulheres-atendimento-sacola

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

conquistar-fidelizar-clientes-atendimento-capa

Como Conquistar e Fidelizar seus clientes

O que fazer para vender mais? Como conquistar e fidelizar mais cliente? Quais são as melhores técnicas de vendas para a abordagem do cliente? Essas e outras perguntas são comuns na cabeça de vendedores e as respostas para elas podem ser o que falta para que eles deslanchem.

Pensando em auxiliar esse público, reunimos aqui algumas dicas de vendas. São orientações sobre como atender, envolver e conquistar. Confira abaixo:

Ajude o cliente a entender o que ele precisa

Muitas vezes o cliente não sabe o que ele deseja ou quais as suas necessidades. Mostrar quais produtos irão ajudar a solucionar os problemas atuais de seus clientes e o que é preciso para não criar problemas no futuro, sempre ajudando para que o cliente consiga tomar as decisões mais corretas possíveis, fidelizando  esse cliente.

conquistar-fidelizar-clientes-atendimento

Estabeleça uma relação de confiança com o cliente

Se você conseguiu entender as necessidades do cliente e satisfazê-las perfeitamente, ele voltará a comprar com você e sua primeira venda terá sido concluída com sucesso. Uma venda só está completa quando o cliente volta, e se ele volta é porque o processo criou uma relação de confiança entre você e ele.

Seja flexível

O bom vendedor é aquele que se adapta às mais diversas situações. Se você consegue moldar suas atitudes de acordo com a personalidade do cliente com quem está lidando, tudo se tornará mais fácil nas negociações e resultará, certamente, em uma compra. Adote diferentes posturas para cada situação.

Nunca subestime o cliente

A época em que dava para enrolar o cliente já passou. Com os consumidores cada vez mais atentos e conscientes dos seus direitos, qualquer tentativa de fraude ou “enrolação” vai ser logo identificada pelo cliente, que, além de não fechar negócio com você, ainda vai espalhar a má fama no mercado.

conquistar-fidelizar-clientes-atendimento-casal

Seja resiliente

A resiliência é a capacidade que uma pessoa tem de absorver um “choque”, sem deixar de lado sua essência. Para um vendedor, a pressão aparece de todos os lados e se escuta a palavra “não” frequentemente. Essa habilidade pode lhe proporcionar “frieza” para pensar, enquanto outros se desesperariam em negociações difíceis.

Mostre que tem senso de organização

Um bom vendedor gosta de Excel e de outras ferramentas de controle. O planejamento faz com que ele busque o objetivo de forma organizada, cumpra regras, seja ético e saiba aproveitar todo o processo que circunda as vendas em seu benefício.

conquistar-fidelizar-clientes-atendimento-casal

Crie uma estratégia

Elaborar um planejamento de vendas é entender o cenário da negociação, que significa conhecer o comprador e suas necessidades, seu concorrente e como seu produto se diferencia dos outros, criando um apelo do produto para o cliente.

Seja criativo

Ressaltamos a importância da criatividade na busca de alternativas para chegar até o cliente. Usar argumentos que envolvam o consumidor, fazendo com que ele imagine os benefícios do produto no seu cotidiano, é uma das dicas de vendas do autor.

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

monitorando-concorrencia-olhando-horizonte-capa

Porque você deve monitorar sua concorrência?

Não é questão de “a grama do vizinho é mais verde”, é uma questão de estratégia. É importante observar o seu concorrente afinal, ele também lida com os seus clientes. Monitorar a concorrência é estar atento aos sinais, às tendências e falhas.

monitorando-concorrencia-dificuldades

Ao observar os passos da concorrência temos condições de conhecer o modo de ação, entender como a empresa se relaciona com o seu público, como esse público reconhece esta marca, o tipo de contato envolvido, enfim. Com atenção é possível detectar o que há de bom e ruim para servir de inspiração e para merecer cuidados.

monitorando-concorrencia-dificuldades-olhando-binóculos

Monitorar a concorrência pode ser interpretado como observar um espelho de possibilidades. O que acontece com a concorrência, de positivo ou negativo, pode acontecer também com a sua empresa. Portanto é importante perceber como o concorrente reage a uma situação de crise. O que funciona bem com uma empresa de mesmo nicho e público que a sua, pode ser posto em prática, só basta avaliar. Desta forma, o monitoramento é, na verdade, não uma vigilância, mas uma constante oportunidade de aprendizado e absorção das tendências de mercado.

Perceber uma necessidade exige muito do olhar profundo e técnico de segmentos que não estão sendo atendidos. Com o mercado bem mapeado e monitorado, criar novas estratégias que farão de sua empresa uma pioneira é muito mais fácil, e seu lucro virá com maior garantia.

monitorando-concorrencia-dificuldades-destacando

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

marketing-redes-midias-sociais-capa

Qual a importância do Marketing em Redes Sociais?

Mídia Social Móvel

A crescente adoção de smartphones e seus comportamentos associados deve fazer com que sua abordagem de comunicação com o seu público seja diferenciada, pois você deve estar preparado para que o seu público se comunique com você também. Respostas devem ser instantâneas e soluções precisam ser rápidas. Isso pode ser o diferencial de sua empresa.

Envelhecimento da base social

As quatro Grandes Redes Sociais (Facebook, Twitter, Youtube e Instagram) não estão somente atingindo máxima penetração, mas estão atraindo uma população mais madura.

É importante identificar cada vez mais este público, e adaptar as suas mensagens sociais para estes clientes, cujo instinto natural pode não ser compartilhar, mas simplesmente se comunicar uns com os outros.

marketing-redes-midias-sociais-teclado

Medindo sucesso

Após a conquista de seu público, é importante encontrar a melhor maneira de medir o que está funcionando nas mídias sociais para que eles possam descobrir como eles podem alocar melhor seus gastos.

Utilização de várias redes sociais

Um bem sucedido plano de mídia social não envolve apenas empurrar uma mensagem em uma certa rede ou a mesma mensagem em várias redes, mas sim orquestrar várias mensagens através de múltiplas redes. Usar uma combinação de redes e uma mensagem unificada, que é claramente diferenciada para cada público e rede, é essencial para engajar com êxito os consumidores.

Aumentar a sua atividade diária

É necessário dar às suas atualizações uma melhor chance de serem vistas postando mais e na hora certa.

Especialistas sugiram que se deve postar cerca de quatro vezes por dia no Facebook, e de cinco a 10 vezes por dia, no Twitter.

Alguns estudos têm mostrado que no final da manhã, entre 11h e 12h, o movimento no Facebook cresce.  Outros já afirmam que o melhor horário de se postar no Facebook é entre 1 e 4 da tarde.

Descubra como sua página está sendo acessada, e otimize seus posts de acordo com os horários de maior tráfego.

marketing-redes-midias-sociais-conversa-pessoas

Ênfase no conteúdo visual

Conteúdo visual foi enorme em 2013, com as redes sociais com base em imagens como Pinterest e Tumblr crescendo em 88% e 74%, respectivamente. Especialistas preveem que a tendência vai continuar e crescer ainda mais no ano que vem, com forte conteúdo visual tornando-se uma parte crucial de estratégias de mídia social das empresas. A jogada inteligente seria a de tornar o conteúdo em mídias sociais com menos texto e mudar a ênfase para fotos e infográficos. Os chamados micro vídeos também vão se instalar como uma nova e dinâmica fonte.

Anúncios nas redes sociais

Em 2015, anúncios em redes sociais vão explodir, desafiando as velhas formas de publicidade. Essa já é uma indústria que vale bilhões e vem acelerando rapidamente, com previsão de atingir US $ 11 bilhões em receitas em 2017. Sua campanha de Marketing tem quer estar onde o público está, e com o crescimento de usuários nas redes sociais, deve haver um crescimento de anúncios pagos nessas redes e você precisa considerar essa opção.

Marketing de conteúdo

Quase 50% das empresas já têm estratégias de marketing de conteúdo e é muito importante salientar que não estamos falando apenas de uma imensa quantidade de conteúdo, mas de conteúdo de alta qualidade.

marketing-redes-midias-sociais-conversa-pessoas-tecnologias

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

dia-das-maes-bebe-mamae-branco-fofinho

Dia das Mães – História e Previsão

Conheça como tudo começou.

Encontramos na Grécia Antiga os primeiros indícios de comemoração desta data. Os gregos prestavam homenagens a deusa Reia, mãe comum de todos os seres. Neste dia, os  gregos faziam ofertas, oferecendo presentes, além de prestarem  homenagens à deusa.

Porém, a comemoração tomou um caráter cristão somente nos primórdios do cristianismo. Era uma celebração realizada  em homenagem a Virgem Maria, a mãe de Jesus.

No Brasil, o Dia das Mães é comemorado sempre no segundo domingo de maio, de acordo com decreto assinado em 1932 pelo então presidente Getúlio Vargas. Esse feriado é considerada a melhor data para o comércio, pois o amor dos filhos por suas mães movimenta a economia como um todo.dia_das_maes2 Como vai ser o Dia das Mães 2015 em números.

Uma pesquisa realizada pela FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo) afirma que o crescimento pode ultrapassar 5%, com a média do ticket de compras pode ficar entre R$ 70,00 e R$ 160,00.

“O Dia das Mães é a segunda data mais importante para o comércio. O otimismo existe para que os consumidores aproveitem troca de coleções e promoções”, explica o diretor da FCDLESP.dia das mães

Para o comércio do Bom Retiro, em São Paulo, a data é significativa para as vendas, já que o público frequentador da região é, na grande maioria, feminino. Porém, houve um queda nas venda concluídas no ano passado e afirma: “Esperamos um aumento nas vendas de 2% em comparação ao mesmo período do ano passado”, afirma a secretária executiva da CDL do Bom Retiro, Kelly Lopes.

dia_das_maes3

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post