6 Passos para abrir seu próprio negócio

Todo mundo já sonhou algum dia na vida em ser dono do seu próprio negócio, abrir sua loja e ir ‘tocando em frente’…mas isso não é tão simples como parece. Muitas pessoas fazem isso ‘do dia para a noite’ sem sequer fazer um planejamento adequado e, na maioria das vezes, acabam saindo no prejuízo.

Para evitar que isso aconteça, preparamos algumas dicas que poderão ajudar você a abrir seu próprio empreendimento.

LOJA-ABERTA

1 º Passo: Escolher o tipo de negócio que quero abrir

Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida, como diz a famosa frase do pensador Confúcio, devemos gostar daquilo que fazemos para que o negócio vá para frente e tenha sucesso.

Para escolher qual a melhor opção de empreendimento abrir, você pode começar pensando nos diversos tipos de negócio que existem e ir separando por afinidade. Descarte aqueles que você não gosta e selecione, dentre os que você tem maior afinidade, um que mais tenha a ver com você e seus objetivos.

OBS: Ter conhecimento na área é um diferencial, pois aumenta as chances do seu negócio dar certo.

2 º Passo: Saber quem é meu público-alvo

Saber para quem você vai vender é talvez uma das partes mais importantes do processo, pois seus produtos devem atender as necessidades e desejos de quem irá comprar. Para isso, é preciso conhecer as principais características em comum desse público, como gênero, faixa etária, gostos, faixa salarial, hábitos de compra, entre outros.

3º Passo: Conhecer meus concorrentes

Liste todas as lojas que vendem os mesmos produtos que você e as que vendem produtos similares aos seus. Em seguida compare o seu público-alvo com os deles.

Isso fará com que você conheça melhor seus concorrentes, tanto diretos como indiretos, e possa começar a traçar as melhores estratégias para atrair o público certo para a sua loja.

4º Passo: Escolher o ponto ideal da loja

Muitos fatores devem ser levados em consideração no momento da escolha do local, pois eles são muito importantes e irão apontar a melhor região para instalar sua loja.

Escolha uma região onde seu público-alvo mais frequenta ou está mais concentrado; analise se seus concorrentes estão presentes naquele local e se é viável ou não fixar sua loja ali; procure saber também se essa região é bem movimentada e se há estacionamento nas redondezas.

Tudo isso ajudará e fará com que sua loja seja vista e consequentemente frequentada.

5 º Passo: Escolher uma boa equipe

Tão importante quanto todos os passos listados acima, é saber escolher uma equipe bem qualificada para trabalhar com você.

Invista em treinamentos para seus colaboradores. Eles ficarão aptos para realizar o melhor atendimento aos seus clientes e isso fará com que sua loja tenha ainda mais possibilidades de ter sucesso.

6° Passo: Investir em divulgação

No mundo em que vivemos, quem não é visto, não é lembrado, ou seja,

nos dias de hoje, onde existem inúmeras opções de lojas, divulgar o seu negócio é essencial para atrair ainda mais clientes.

Estude onde seu público-alvo está mais concentrado, se é no meio online ou off line, e qual o melhor meio de atingi-lo atravésda divulgação.

Agora que você já tem as dicas de como montar uma loja, que tal colocar em prática e realizar o sonho de ter o seu próprio negócio?

Nós, da Sulamita Têxtil, podemos te ajudar!

Invista em produtos de qualidade para cama mesa e banho que, além de decorar o ambiente, são considerados itens de necessidade e, consequentemente, são consumidos constantemente.

Quer tal começar a vender nossos produtos?

Temos vários produtos para você escolher, montar sua loja e começar a faturar muito! Temos também os melhores preços, prazos e condições de pagamento que encaixam perfeitamente no seu orçamento.

Entre contato agora mesmo conosco e tire suas dúvidas!

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

Você sabe o que é composê?

O composé ou composê (do francês, compor) é uma tendência de moda que veio para ficar de vez na decoração, mas que muitas pessoas ainda não sabem seu real fundamento e acabam confundindo com um outro termo que veremos a seguir, denominado coordenado.
Vejamos a seguir as diferenças entre esses dois conceitos.
O composê são estampas criadas a partir de uma estampa primária, ou seja, alguns elementos/detalhes são retirados de uma estampa original para dar origem a uma nova estampa.
Já o coordenado é um conjunto de estampas, cores e/ou texturas diferentes que são combinadas entre si de forma harmônica. Mas como assim? Não entendi! Calma que eu já vou explicar…
Falando desse jeito parece meio complicado mas na prática é muito mais fácil de entender. Vamos mostrar algumas imagens para ilustrar melhor o significado desses dois termos e deixar mais clara a compreensão.

BLOG FOTO-01
Nessa imagem podemos notar que, na primeira almofada, foram destacados dois elementos de sua estampa (as flores avermelhadas e um desenho com detalhes de arabescos). As setas indicam que estes mesmos detalhes do desenho da estampa foram repetidos, reorganizados e utilizados em faixas na vertical, de forma reduzida, criando a estampa da segunda almofada. Isto é composê.

ALMOFADAS 2

Observe agora nessa outra imagem que, as almofada das laterais não possuem nenhum dos elementos da estampa da almofada central, porém elas tem algo em comum e se relacionam devido a isso, na qual a cor dos tecidos combinam com os tons de vermelho e marrom da almofada estampada. Este é o intuito do coordenado: organizar, arranjar, combinar tecidos de estampas e texturas diferentes para serem usadas em conjunto, levando em conta a combinação de cores como principal referência para essa harmonia.
Apesar do conceito de composê e coordenado serem totalmente distintos, a característica que essas duas tendências têm em comum é o fato de que elas criam combinações entre estampas para que se harmonizem de forma perfeita quando colocadas lado a lado, formando um conjunto.

Agora que as dúvidas foram tiradas, apresentamos para você as capas para almofada Itapuã e Malba do nosso novo catálogo Verão/Outono 2018.
Temos estampas étnicas, florais, listradas, de texturas aveludas e cores vibrantes para os mais diversos gostos.
Você pode fazer diversas combinações e deixar sua sala ainda mais bonita. Use e abuse da imaginação na hora de decorar!

 

ALMOFADAS ITAPUA MALBA

ALMOFADAS ITAPUA

 

Que tal vender nossos produtos em sua loja? São muitas opções de produtos para cama e itens para decoração! Cadastre-se: http://bit.ly/2BtcXg3

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

Afinal: Colcha ou cobre leito?

Quando o assunto é enxoval, nos deparamos com uma grande quantidade de peças que compõem esse conjunto (fronhas, lençóis com e sem elástico, cobertores, colchas, edredons, cobre leitos), sem falar na enorme variedade de opções em tecidos, texturas, cores, estampas, bordados, babados e tamanhos.

A dúvida sempre surge na hora de comprar ou renovar o enxoval do quarto, perante a infinidade de opções que existem no mercado e, pensando nisso, a Sulamita vai lhe ajudar a diferenciar a colcha do cobre leito. Vamos lá?

 

Características da colcha

Geralmente as colchas são feitas em tecidos de algodão, poliéster ou misto e possuem muitos detalhes, enfeites, estampas, além de babados e bordados.

As colchas são utilizadas apenas para enfeitar a cama, portanto, não é recomendável se cobrir com ela (devido aos detalhes, pode não ser tão confortável).

 

ana

02 b

Características do cobre leito

Bem mais ‘clean’ que a colcha, o cobre leito transmite um ar mais sério, ou seja, é mais simples, sem muitos enfeites e babados.

Ele é muito parecido com o edredom, porém é menos acolchoado e, ao contrário da colcha, pode ser utilizado para se cobrir em dias menos frios.

03 b

 

04 b

Gostou do nosso post?  Agora que você já sabe diferenciar o que é cobre leito e o que é colcha, comente aqui embaixo qual o seu tipo preferido e compartilhe nas suas redes sociais!

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

COMO FAZER ÁGUA PERFUMADA PARA ROUPAS, LENÇÓIS E TECIDOS EM GERAL

Simplesmente amo uma casa perfumada. As roupas então…nem se fala. Para deixar minha casa pra lá de perfumada, além da limpeza (é claro), eu aposto em aromatizadores de ambiente e nas águas perfumadas para passar nos tecidos. Pensando nisso, hoje vou mostrar uma receitinha muito simples de como fazer Água Perfumada para você borrifar ns roupas, cortina, tapetes, sofá, roupas de cama, enfim, tecido em geral os tecidos muito perfumados. Assista ao vídeo abaixo:

Receita

1 Litro de Base para Cosméticos ( você encontra em lojas de Essências)

30 ml da sua Essência preferida. Eu usei a essência E Lavander

Misture tudo num copo medidor. Coloque num borrifador de plástico ou vidro.

Prontinho!

A essência e a base comprei numa loja de essência aqui de Curitiba. Pra quem não achar uma loja dessas em sua cidade, vou deixar o link dessa loja, ok?

Essência Lavander: http://bit.ly/2bySasQ
Essência Curitiba: http://bit.ly/2bOzkin

Espero que tenha gostado!

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post

Enxoval hoteleiro – como administrar, organizar e cuidar das roupas de cama!!!

O segredo da longevidade da roupa de cama em hotéis está na boa gestão das peças. O objetivo da gestão está na vida útil e a meta na rentabilidade do ciclo de vida das roupas de cama.

 

O segredo da longevidade da roupa de cama em hotéis está na boa gestão das peças. O objetivo da gestão, por sua vez, está na vida útil e a meta na rentabilidade do ciclo de vida do enxoval. Independente do público

linha_hoteleira_sulamita
Linha para Hotéis da Sulamita Enxovais

a que se destina, o enxoval está presente e, diga-se de passagem, em grande quantidade, necessitando então de hábil administração para o controle das peças (roupa de cama, mesa e banho), sob pena de pesar na receita. É certo afirmar, porém, que as roupas de cama não duram para sempre. Sendo assim, o descarte de peças desgastadas e danificadas fazem parte do processo. O que se pode fazer, a fim de diminuir as perdas, é treinar a governança no sentido de cuidar e organizar o enxoval hoteleiro para que as peças durem o máximo possível. Veja as ponderações abaixo:

1- Higienização das peças
Uma parte representativa dos hotéis brasileiros (cerca de 35%) utilizam os serviços de lavanderias terceirizadas para a higienização de seu enxoval. Devido a isto, nota-se um crescente investimento das lavanderias em tecnologias que garantam a qualidade e longevidade das peças dos hotéis.

2- Controle das peças
O controle do enxoval encaminhado às lavanderias, para evitar furtos ou extravios, deve ser feito pelas camareiras. Estas, ao efetuarem a limpeza, devem registrar quantas peças são retiradas de cada apartamento.

3- Transporte do enxoval
Muitos cuidados devem ser dispensados à forma de transportar as roupas de cama dos hotéis, por parte das lavanderias. Uma boa dica, por exemplo, é que esta operação seja feita em gaiolas forradas com tecido para evitar danos às peças.

4- Contagem das peças
É imprescindível que, tanto na ida quanto na volta, o hotel faça a contagem das peças enviadas à lavanderia, registrando-a em relatório.

5 – Inventário
É fundamental que o hotel faça mensalmente um inventário geral com todas as peças do hotel. Desta forma, é possível, além do controle sobre o enxoval hoteleiro, descobrir baixas na roupa de cama por roubos, por exemplo. A movimentação para realização do inventário na hotelaria, no entanto, envolve uma forte estrutura, pessoas, dados e tempo. Um recurso tecnológico que pode viabilizar e fazer mais seguro e menos falho esse processo é por meio do controle por Rádio Frequência (RFID). Com o chip, por exemplo, é possível, armazenar informações referentes ao dono de cada peça, data de compra, fabricante e data da última lavagem. Essas informações são relevantes para gerenciamento do enxoval e o custo de sua implantação é justificado pelo resultado do controle.

6- Organização das peças
O enxoval hoteleiro volta da lavanderia lavado e embalado, pelo menos na grande maioria dos casos. As camareiras, então, devem organizá-las em prateleiras, tendo o cuidado de separá-las por tipo para facilitar o trabalho. Ao abrir as embalagens para uso, é função das camareiras:
– verificar as condições de limpeza,
– verificar as condições de alvejamento, e
– verificar as condições de passadoria.

As peças que voltarem da lavanderia com qualquer tipo de irregularidade, devem ser reencaminhadas à empresa para nova lavagem ou, em casos extremos, descartadas pelo hotel.

7- Cuidados especiais
A qualidade e a quantidade de produtos químicos aplicados durante a lavagem das roupa de cama vão determinar a maior ou menor longevidade do enxoval. Quanto mais química, menor o tempo útil do enxoval. Assim, uma boa dica para preservar as peças é adotar um sistema de rodízio, nunca usando o enxoval que acabou de chegar da lavanderia até completar um período de 48 horas para a completa regeneração das fibras.

8- Medidas preventivas
Uma boa tática para se prevenir roubos ou extravios de peças encaminhadas às lavanderias, é identificá-las com etiquetas de tecido com a logomarca do hotel.

9- Reposição de estoque
É muito importante que anualmente os hotéis façam a reposição do enxoval faltante devido à perda, dano, extravio e desgaste do material. Desta forma, mantém-se o número de peças necessárias à boa operação hoteleira, não correndo o risco de ser pego de surpresa em algum momento.

10- Pesquisa de preço
O preço é determinante no processo de compra. Sendo assim, é fundamental que o hotel faça uma boa pesquisa de mercado para identificar o fornecedor que nos garanta, entre outras coisas, um produto de qualidade, um produto de preço acessível, o melhor prazo de pagamento na compra, entre outros.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Revista Hotel News.

 

Compartilhe: Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrEmail this to someone

Ver Post